Acadêmicos de Sistemas de Informação realizam bate papo com Líder da Microsoft

O curso de sistemas de informação da Horus Faculdades além de proporcionar o conhecimento em programação, hardware proporciona para o acadêmico a ambientação com o mercado e as novas tecnologias que estão cada vez mais constante em nosso dia a dia.

Essa transcendência se dá pelo projeto desenvolvido na Horus Faculdades denominado Ecossistemas de Inovação. O objetivo do projeto consiste em instigar os alunos a desenvolverem soluções tecnológicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Essas soluções, são orientadas em forma de startup estimulando a transformar esses alunos em futuros apreendedores.

A Horus sempre preocupada em formar profissionais que atuem de forma ética e contribuam para a sociedade trouxe através deste projeto uma visão diferenciada quanto a inclusão. Dentro do cronograma do projeto, aconteceu no dia 27 de março, um bate papo de forma remota com Ricardo Wagner líder de acessibilidade da Microsoft direto do Canadá. A aula foi intermediada pelo professor e coordenador do projeto ecossistemas de inovação - Ricardo Jeferson Hedges.

Segundo o coordenador do projeto, este momento trouxe uma experiência para os acadêmicos, de empatia, proporcionando a eles a oportunidade de conhecer tecnologias de inclusão, transmitindo também um senso de responsabilidade para estes futuros profissionais que estarão desenvolvendo soluções tecnológicas para as minorias deixando a qualidade de vida dessas pessoas mais independente.

Durante o bate papo o líder de acessibilidade da Microsoft Ricardo Wagner, explanou sobre a necessidade de criar soluções tecnológicas para a inclusão. “Não são as pessoas que têm deficiências ou são os problemas, mas sim, o ambiente é deficiente. O surdo não é o problema, mas sim o vídeo é deficiente por estar sem legenda para ser acessível ao surdo, o cadeirante não é o problema do ambiente onde temos escadarias, mas sim a escada que torna o ambiente deficiente, não dando acessibilidade ao cadeirante, desta forma “Nós escolhemos, é uma escolha conscientemente ou inconscientemente excluir as pessoas”, concluiu Ricardo.


Recentes