Curso de Educação Física promove mês acadêmico Interdisciplinar

O mês acadêmico interdisciplinar é um evento da Horus Faculdades inserido no planejamento do curso de educação física que mobiliza tanto os acadêmicos quanto a docentes, familiares, comunidade acadêmica promovendo uma interação entre comunidade interna, externa, durante esse período, são realizadas diversas atividades.

Em linhas gerais, são programados debates relacionados a temas atuais, palestras com profissionais que se destacam em algum segmento e em demais áreas que possam contribuir com o crescimento acadêmico e pessoal dos jovens, filmes comentados e apresentações culturais, que vão enriquecer o evento. É importante lembrar, que esse mês acadêmico é criado para promover o crescimento pessoal e acadêmico da comunidade.

O curso de educação física da Horus possui ações que têm em vista promover a integração entre o curso e a sociedade, trocando experiências técnicas e metodologias que visam a melhoria da comunidade e a formação do acadêmico com maior sensibilidade aos problemas sociais. Acredita-se que a experiência em extensão torna o ensino e a pesquisa mais objetivos, criativos, atuais e comprometidos afirma o coordenador do curso professor Ivan Carvalho da Rosa.

Para iniciar a programação, nesta segunda-feira, dia 13/09, no auditório da Horus contamos com uma palestra com a Psicóloga Keity Andrieli Santoro que possui Especialização em Psicologia do Trânsito, Especialista em Saúde Mental, Docente da Horus Faculdades, Instrutora de Yoga.

O evento abordou o tema Associação da saúde mental com a atividade física, por estarmos enfrentando um cenário atual e, até por ser no mês de Setembro. Esse mês que o mundo escolheu para dizer as pessoas que devemos combater os tabus relacionados ao suicídio, por meio da divulgação de conhecimentos relacionados ao fenômeno, ensinar as pessoas que suicídios podem ser prevenidos.

“Cabe, a nós, profissionais da Saúde, da Saúde Mental, da educação e cidadãos interessados no combate ao Suicídio, o papel de difusores dos conhecimentos que podem ajudar a humanidade a lidar com esse triste fenômeno. Conhecimento salvam pessoas e, colocando-os ao alcance de todos, muitas vidas podem receber as orientações que necessitam. Indivíduos e instituições podem ser agentes de Saúde Mental nas vidas das pessoas e das sociedades”, comentou Keity.

A palestrante ainda argumentou que suicídios podem ser prevenidos e muito pode ser feito no sentido de as pessoas em sofrimento encontrarem apoio, suporte, orientação e acompanhamento em relação às suas dores e aos seus desesperos, para isso, precisamos falar sobre o assunto e retirar os tabus que o impedem de ser enfrentado de forma segura, assertiva e positiva.

Agradecimento a Horus Faculdades, ao coordenador de Curso Prof. Ivan Carvalho da Rosa e todo o corpo docente que também abraçou essa causa. Sabemos o quanto a prática de atividade física contribuiu para um cuidado da saúde mental, sejamos nós os responsáveis para estimular as pessoas a cuidarem mais de sua saúde emocional!






Recentes